top of page

Novas aventuras pela rota das monções


Foto: Eduardo Bampi


Viajar pelos “caminhos móveis” nas águas agitadas dos rios, na rota das monções era a principio, uma opção para aqueles que voluntariamente desejavam seguir para as minas de Cuiabá, em busca de ouro, ou para aqueles que privados da liberdade, como escravos negros e "escravos da terra" se viam forçados a se deslocarem como remeiros, sirgadores, carregadores, proeiros e guias práticos nas flotilhas fluviais.


Nas primeiras viagens por água foram, era utilizada a “ canoa de montaria”, pequena embarcação de curso rápido, construída em tronco de madeira com acomodação para poucas pessoas. Crescendo o número de passageiros e a necessidade de transportar muitas cargas, entrava em cena o enorme batelão ou canoão, construído em gigantesco troncos de madeira.


“Nas monções cuiabanas o grande meio de transporte foram a canôa e o canoão, a caravela e a náu das flotilhas fluviais” (TAUNAY – Relatos Monçoeiros)


“Chamam-se estas embarcações vulgarmente canoas, são feitas de um só pau...Não tem quilha, nem leme,nem navegação a vela”.(JUZARTE 1769 – In Relatos Monçoeiros)


Na atualidade, a partir dos inicio do programa rota das monções em 1990, as expedições eram realizadas apenas com barcos de alumínio, impulsionados com motor de popa de 15, 25 ou 40 HP, levando no máximo 4 passageiros em piloteiro. Com a popularização do tema, o rio Coxim, no trecho da unidade de conservação Rio Cênico Rotas Monçoeiras passou a ser frequentado por esportistas que através de caiaques percorrem certos trechos do trajeto, admirando a paisagem e contemplado as belezas naturais.


A visitação a área de proteção é prevista dentro do programa de visitação publica no plano de manejo da unidade. Além dos pescadores artesanais profissionais, dos guias de pesca amadora e seus turista e visitação de turistas nacionais e internacionais que vem conhecer a rota, hoje a atividade recreativa em caiaques vem fortalecer o uso sustentável do primeiro Rio Cênico do país.


“Projeto Resgate, Promoção e Valorização do Patrimônio Cultural da Rota das Monções. Fundo Estadual de Defesa e de Reparação de Interesses Difusos Lesados – FUNLES MS / OSC Espaço Manancial/ Salt Media”.


Rota das Monções: "Se o Brasil nasceu na Bahia, o Brasil cresceu por aqui.”

6 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page