top of page

NAVEGANTES ATUAIS NA ROTA DAS MONÇÕES.


No trajeto fluvial das monções, rumo as minas auríferas de Cuiabá era comum encontrar ao longo dos rios, nativos de diversas etnias, dentre eles, os Guató, povo canoeiro, que adaptados as cheias e secas do pantanal, por meio de canoas e batelões, conduziam suas famílias pelas terras encharcadas, em meio a camalotes e aguapés. “O Guató constitui um exemplo etnográfico de grupo essencialmente canoeiro, organizado em famílias autônomas, independentes umas das outras, cuja adaptação ecológica se caracteriza, entre outros fatores, pela ocupação sazonal de diferentes assentamentos, todos relacionados às áreas inundáveis que compreendem a maior parte da região pantaneira." (OLIVEIRA)


Na década de 1.820, a expedição de Langsdorf quando por aqui passou, o Consul Russo observou que o constante contato entre os guias, remadores e proeiros resultava em uma convivência amistosa com os moradores ribeirinhos do trajeto fluvial. O guia de sua monção sempre cumprimentava os nativos que encontrava no caminho, e afirmava que eram “velhos conhecidos”( LANGSDORFF).

Rememorando epopeias históricas, remanescentes Guatós, representados pela família da atriz e historiadora Agripina Souza, marcaram presença na rota das monções - 2016. Além da apresentação de peças teatrais, canções, poesias, performances musicais apresentadas pelos membros da família, a presença de “Joãozinho Curicaca” com seus oito meses de idade, navegando pelas aguas revoltas dos rios Coxim e Jauru, ficou marcada como sendo o mais novo monçoeiro da atualidade a refazer o percurso histórico, neste trecho conhecido como o “portal monçoeiro do pantanal”


“ ...lá vai uma piroga.....e mais uma.. e mais uma... (Peça teatral - Na rodagem dos tocos – Vagner Rondora) “... eu ví minha raiz.....no sorriso de um bugre...” (grupo Acaba – Canta Dores do pantanal)

“Projeto Resgate, Promoção e Valorização do Patrimônio Cultural da Rota das Monções .

Fundo Estadual de Defesa e de Reparação de Interesses Difusos Lesados – FUNLES / OSC Espaço Manancial/ Salt Media”.


Rota das Monções: "Se o Brasil Nasceu na Bahia, o Brasil Cresceu por aqui.”


Fotos: Trupe Monçoeira 2016. (da esquerda para a direita) Gleycielle Nonato, Maria Agripina, Curicaca, Scot Stanko, Gabi e Joãozinho.



13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page