top of page

EXPEDIÇÃO ECO-MONÇOEIRA 2022.

Atualizado: 28 de nov. de 2022



Foi realizada nos dias 26 e 27 (sábado e domingo) de novembro de 2022, mais uma expedição eco-monçoeira, nos moldes das famosas monções filosóficas em que especialista viajavam pelos sertões, colhendo informações técnicas e fazendo registro de elementos naturais da flora, da fauna e de maneira em geral, do meio ambiente.


A monção fluvial, composta por 10 embarcações iniciou sua jornada nos limites dos municípios de São Gabriel do Oeste e Rio Verde de Mato Grosso - MS, descendo pelos rios e Coxim (antigo Quexeim), Jaurú, passando pelo encontro das águas do rio Coxim com o Taquari, descendo o mesmo, e desembarcando no centro da cidade de Coxim.


Participaram dessa monção, acadêmicos e professores do curso de gestão ambiental e do curso de biologia da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS Campus de Coxim, professores do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul IFMS – Campus de Coxim e técnicos de diversos setores do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL de Campo Grande e Coxim, e também membros do Conselho Gestor da APA.


A expedição teve sua atenção voltada a Unidade de Conservação Ambiental – APA – Coxim Rio Cênico Rotas Monçoeiras, uma área de proteção linear que abrange extensa área do rio monçoeiro, alcançando 4 munícipios do estado de MS.


Com o apoio de instrutores especializados atuando como guias e orientadores, foram abordados temas históricos, aspectos da hidrografia, de geologia, a riqueza da fauna e flora, aspectos sociais da vida dos moradores ribeirinhos e pescadores artesanais, a vida e a atividade profissional exercida por ex-garimpeiros nas antigas minas ou catas de diamantes.

Além de uma imersão no dia-a-dia na lida dos garimpeiros, pode-se vivenciar as atividade dos guias práticos das monções, através da habilidade dos “piloteiros” atuais, detentores do saber da navegação nas águas turbulentas e agitadas dos rio Coxim e Jauru, transpondo cachoeiras e corredeiras, da mesma forma como faziam os antigos tripulantes dos batelões monçoeiros.


Espera-se como resultado da expedição técnica, que os graduandos utilizem o potencial sócio-ambiental do rio Cênico para finalizarem seus trabalhos de conclusão de curso e que os professores, mestres e doutores auxiliem na realização de publicações e artigos científicos. Ao receber o apoio do Governo do Estado de Matogrosso do Sul, via compensação ambiental, a atividade técnica desenvolvida cumpre mais uma etapa do Plano de Manejo da Unidade de Conservação, quanto ao uso público, o monitoramento, a fiscalização ambiental, a pesquisa e a aproximação com a comunidade do entorno.


" (Das expedições filosóficas) Os papagaios permanecerão na ilha com seu canto; levar-se-á o desenho de sua plumagem, acompanhado de um relato,(...) A biblioteca, o gabinete, a coleção, o jardim botânico e o viveiro se enriquecerão com isso sem, no entanto, se entulhar com todos os traços que não teriam pertinência (...). Em função do progresso das ciências, da frequência das viagens, da fidelidade dos desenhistas, da amplitude das taxionomias, do tamanho das coleções, da riqueza dos colecionadores, da potência dos instrumentos poder-se-á retirar mais ou menos matéria e carregar com mais ou menos informações veículos de maior ou menor confiabilidade” (Bruno Latour).


Rota das Monções: "Se o Brasil nasceu na Bahia, o Brasil cresceu por aqui.”


Resgatando, promovendo e valorizando o patrimônio cultural da Rota das Monções.


Rota das Monções – Venha conhecer de perto a história do Brasil.


Onde comprar: South Pantanal Tours & Expeditions - https://www.facebook.com/tourisminpantanal.

Saiba mais sobre as Monções:

@rotadasmoncoes

@movimenta_pantanal/

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page